Publicado em Pessoal

Explicando melhor o post abaixo, e dando uma geral no findi.

Fui pra praia no s�bado a noite. Fui l� s� pra tocar viol�o praticamente, coisa que posso fazer em casa. Mas blz, foi bem relax, deu pra sentir uma brisa gostosa e tirar todo o lixo que eu tinha dentro da cabe�a.

Da� depois de n�o ter feito nada s�bado a noite, pois meus planos de ir ao Bali Hai foram por �gua abaixo por quest�es financeiras, o domingo foi legal.

Acordei �s 7 da matina pra correr na praia. Mas vi que o tempo n�o tava com uma cara muito boa e voltei a dormir. Acordei de novo �s 10 mas da� como eu ainda tava com sono, mandei tudo � merda e s� acordei de novo meio dia!

Comi, descancei, toquei viol�o (praticamente 24h por dia), sa� pra caminhar com minha irm�-piment�o, depois sa� pra correr.

Quando volt�vamos pra Blu, resolvemos parar no Itagelli pra comer alguma coisa…

foi a� que tchan tchan tchan eu quebrei o dedo do meu pai.

Saindo do carro, eu (pra variar) dei uma patada pra fechar a porta. E meu pai deixou o dedo… tudo que ouvi foi CL�C (bem alto) e depois um AAAAIIIIIIII (mais alto ainda).

Meu pai disse que n�o era nada e tal, a gent epodia ir comer que ele s� ia lavar a m�o pra parar de sangrar, mas eu n�o sou trouxa, e identifiquei bem aquele “cl�c”…

Na hora ele s� fez um curativo na farm�cia. Da� a gente comeu e ficou decidido que segunda de manh� ele fazia um raio x.

Ele (orgulhoso de fam�lia) n�o aceitou minha m�e dirigir e veio trazendo o carro normalmente. O que aconteceu � que ele trouxe com uma m�o s�, perdendo o controle do carro a cada mudan�a de marcha (imaginem s� minha cara de desespero, eu que tenho p�nico de carro!) e sem dar sinal de luz nenhuma vez em nenhuma curva. OK, acontece que ele chegando em Gaspar, tava quase desmaiando de dor, e teve q encostar pra minha m�e dirigir de qqer jeito.

No momento ele t� l� no hospital.

Eu digo que quebrou. Ou com as palavras que eu usei quando vi o estrago: “Ih, foi pro pau!”.

Anúncios

Autor:

Fábio Ricardo é jornalista blumenauense apaixonado pelo mundo digital, por inovação e por histórias pra contar. Acha que a vida é melhor cercada de gatos, em cima de uma Harley, com uma caneta na mão e uma cerveja em cima da mesa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s