Publicado em Contos

Nunca � tarde

F�bio Ricardo

Canta-me e encanta-me.

Erga suas m�os e toque o c�u.

Baixe seus olhos e sinta minha m�o.

Minha m�o na sua m�o, por um instante, por um segundo.

Quase n�o d� pra notar.

Eu sei que agora ficou tarde,

mas nunca � tarde pra gente cantar.

Canta comigo, vem me encantar.

Segura a minha m�o e vamos voar.

Pois nunca � tarde pra gente tentar.

Anúncios

Autor:

Fábio Ricardo é jornalista blumenauense apaixonado pelo mundo digital, por inovação e por histórias pra contar. Acha que a vida é melhor cercada de gatos, em cima de uma Harley, com uma caneta na mão e uma cerveja em cima da mesa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s