Publicado em Geral

Ela

Ela não me compreende, por mais que tente. Mas é a pessoa que melhor me entende em todo o universo. Ela não conhece o meu passado, o meu verdadeiro eu. Mas consegue, apenas com o olhar ou com uma mudança no tom de voz, me abrir ao meio, derrubar todas as minhas defesas e quebrar as minhas máscaras. Ela não tem quaisquer tipos de laços comigo, não é é parente, namorada, amante ou o que for. Mas mantém uma ligação tão  forte comigo que é o único número que busco na agenda, num domingo chuvoso.  Ela não caminha comigo de mãos dadas no shopping, não vive lá em casa e não troca receitas com a minha mãe. Mas é a melhor companhia para um filme embaixo das cobertas, para discutir relacionamentos ou a simples fragilidade da natureza humana. Ela não me conheceu na infância, praticamente não tem fotos comigo e é a primeira pessoa com quem eu convivo que sequer conhece a maior parte dos meus amigos. Mas a todo momento eu me pego contando histórias em que ela também é personagem, sempre presente.

Ela conhece boa parte dos meus defeitos e nem dá bola.

Ela me diz coisas que eu já sei, mas morro de medo só de pensar.

Ela me puxa pro chão quando minha cabeça alcança as nuvens, e me leva pras nuvens quando eu penso que desaprendi a voar.

Ela me xinga quando eu repito os mesmos erros de sempre, mas valoriza quando eu finalmente acerto.

Ela se importa mais comigo do que consigo mesma, muitas vezes.

Ela me encanta com o seu jeito verdadeiro de ser, vivendo em carne viva.

Ela é puro sentimento. É o exemplo perfeito para mostrar que existem pessoas fodas, com atitudes fodas.

Ela é meu anjo da guarda.

Ela é o tipo de pessoa que faz a gente repensar a vida inteira. Nos faz querer ser melhores, pois ela merece muito mais do que nós podemos oferecer. E a coisa que mais dói nisso tudo é a certeza de que a gente sempre machuca quem a gente gosta. E ela merece muito, muito mais do que isso. Muito mais do que se pode oferecer.

Anúncios

Autor:

Fábio Ricardo é jornalista blumenauense apaixonado pelo mundo digital, por inovação e por histórias pra contar. Acha que a vida é melhor cercada de gatos, em cima de uma Harley, com uma caneta na mão e uma cerveja em cima da mesa.

7 comentários em “Ela

  1. tenho certeza que ela não representa nada muito racional, não. essa tal de consciência aí, acho que nem passa perto. de qualquer forma, aguma coisa me diz que, ao ler, ela se emocionou.

  2. Mistério. Naõ tinha pensado na alternativa abstrata. Fiquei tentando imaginar quem poderia ser.
    Mas deves ser grato pela companhia dela.

    abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s