Publicado em Geral

Seja vegetariano

Eu devo começar este post avisando: Não sou vegetariano.

Eu como muita carne. Peixe, frango, porco e gado. Como de tudo, aos montes. Então antes que comecem a reclamar, vou começar com sinceridade. Sim, eu sou um hipócrita.

Hipócrita por quê? Porque eu como carne. Já tentei parar e sempre acabo voltando. Por falta de força de vontade, por imposição da nossa cultura e sociedade. E por gosto também, é claro. E continuar a comer carne por gosto é o auge da estupidez. Mas o lance é que eu admiro muito quem não come. Quem tem consciência e força de vontade para lutar contra os valores deturpados impostos pela sociedade e diz: “não, obrigado”.

Um dia eu li um lema que eu acho muito válido:

“O que tem olhos, pessoas inteligentes não comem”.

Comer carne é cruel. Nós passamos nossa infância toda brincando com bichinhos de pelúcia. Em que momento que nós paramos de tratar eles como amigos, e começamos a vê-los simplesmente como comida?

Comer carne é nojento. Quem nunca teve um problema cardíaco na família? Eu tive vários. Minha família inteira tem problemas por causa disso. E não é culpa do cigarro, do estresse ou da bebida, não. É culpa da carne. Comer não mata só os animais, mata a gente também.

Comer carne destrói o mundo. Faça uma pesquisa rápida no Google. Quanta destruição o ato de comer carne traz ao mundo, em forma de destruição de florestas para criação de gado?

Se você se interessa, ou quer apenas ver uma forma muito mais interessante do que a minha de abordar o assunto, acesse: http://www.vista-se.com.br/passeata/

São propagandas vegetarianas muito bem feitas, que fazem realmente a gente pensar. São várias, e se clicar naquela flecha redonda no final da página, ela atualiza com novas propagandas.

Pense nisso.

Como eu falei no início, eu não sou vegetariano. Eu como carne. Eu sou hipócrita, burro e não tenho um pingo de força de vontade. Mas esse texto não é só para mim, é para você.

E você, vai ser um idiota como eu, ou vai fazer alguma coisa para mudar isso?

Anúncios

Autor:

Fábio Ricardo é jornalista blumenauense apaixonado pelo mundo digital, por inovação e por histórias pra contar. Acha que a vida é melhor cercada de gatos, em cima de uma Harley, com uma caneta na mão e uma cerveja em cima da mesa.

30 comentários em “Seja vegetariano

  1. discordo de toda essa balela, em gênero, número e grau… comer carne é necessário… a proteína animal não deve ser substituída por suplementos alimentares… todo animal vê outros animais abaixo dele na cadeia alimentar como comida… o errado é considerar-mos que somos donos dos animais e podemos colocá-los dentro de gaiolas ou apartamentos… a única coisa que posso concordar disso tudo é admirar quem tem coragem de dizer “não” e não comer carne, desde que tenha motívos sensatos pra isso… se for por algum motivo esdrúxulo qualquer, não vale… eu tenho dentes caninos e como carne absolutamente por opção!

  2. Eu como carne e não me acho hipócrita por isso. Nem Burro. Eu como porque eu gosto. O simples fato da minha irmã parar de comer carne mudou o hábito alimentar da minha família. Isso já foi o bastante para eu perceber que não consigo viver sem comer carne.

  3. Há vários pontos de vista do ‘problema’. Eu me acho hipócrita sim, e sempre falo isso. Pq adoro animais, abomino qualquer tipo de mau-trato, mas ainda assim não consigo deixar de comer carne. Animais que são assados inteiros, tipo codorna e porco, eu não consigo nem olhar, muito menos comer. Mas então pq qndo eles estão picados eu como?
    As proteínas e outros nutrientes que a carne contém podem ser encontrados em outros alimentos.
    Enfim, eu assumo que sou viciada e hipócrita, eu já venho me esforçando para gradativamente deixar de comer carne. Acho que um dia eu deixo de vez…

  4. Sábio Ricardo,

    O vegetarianismo entrou na minha vida por um A+B que já saiu dela, mas continuo não comendo carne. Porque não gosto, porque não desce, porque parece que bicho morto não combina com a minha boca, e chega de porquês. Afinal, ninguém me pergunta porque eu gosto de transar com mulheres. Então chega de almoços inteiros tentando explicar aos carnívoros o meu hábito. Ser diferente não é fácil.

    Essa história de proteína insubstituível tem dois ícones contrários: O Paulo Zulu, vegetariano, e uns amigos meus bem mais fortes e que também não comem carne. Eu mesmo tava indo por esse caminho quando fazia natação, e volto pra lá ainda.

    Pra responder ao Felipe:

    Um dia disseram que sexo só podia ser feito depois do casamento. Teve gente que tentou fazer diferente, foi repreendido e desistiu da idéia por pensar só no efeito da repreensão. Perceberam desse jeito que não podiam viver sem guardar a virgindade? Mudar o hábito da família pra mim é um sinal de estar indo no caminho certo. Quem não muda de hábito talvez até tenha refletido sobre o assunto, talvez não. Já quem muda com certeza refletiu, não há como negar.

  5. É isso aí, brô. O simples fato de tentar largar o comodismo natural que o brasileiro tem (ninguém nasce naturalmente comendo carne. Nasce naturalmente cômodo, aprende a comer carne e une uma coisa a outra) já é digno de aplausos. Que se sinta bem, assim como me senti logo nos primeiros dias de vegetarianismo.

    Abraços.

  6. Parabéns pela iniciativa. Espero ler em breve os relatos desses primeiros dias. Já dá pra ver que vontade não te falta. Agora é só comer de forma bem variada e aproveitar o bem estar de viver sem carne :)

  7. Cara, acompanhei o tópico criado na comunidade Blumenau!

    Parabéns pela iniciativa, pode ter certeza que é fácil viver sem carne, eu por exemplo passei os últimos 5 anos da minha curta vida sem ela, não me faz falta alguma, pratico esportes normalmente, não sinto nenhum tipo de carência por não comer carne, e tenho certeza que não sentirei nos muitos anos que ainda tenho a viver.

    Novamente, parabéns!!!

  8. Tem que ser muito desinformado ou muito burro pra dizer que proteína animal precisa ser suplementada. Mas eu acho que o caso aqui é “eu gosto tanto de carninha que vou falar do que não sei pra dar desculpas furadas e não fazer o que eu acho que deveria fazer”.

    Parabéns pela tua decisão, cara. E eu espero que tu consiga. Comigo foi bem fácil, coisa de um dia pro outro – e eu comia carne loucamente, aliás, até sou gaúcha, aí tu vê como aqui é – mas sei que nem todos conseguem.

    E, por favor, se tiver alguma dúvida de nutrição vegetariana procura em comunidades do orkut que lá tem muita gente pra te ajudar.

    Claro que precisamos de proteína animal! É por isso que eu morri.

    Beijos e boa sorte, Fábio. (:

  9. Você pode se chamar de hipócrita, burro e tudo de negativo que vc quiser, mas só o fato de ter escrito isto já vale mais do que qualquer outra coisa. Força aí! Caso tente novamente se tornar vegetariano, no dia que quiser “cair em tentação”, me escreva. Eu ajudo você a lembrar que seu prazer em comer carne hoje é a destruição do planeta, a longo prazo.

  10. Eu sou super a favor de uma dieta vegetariana. É melhor para o ser humano, é melhor para os animais, é melhor para o Planeta. É interessante ver como o homem evoluiu em várias questões, mas não conseguiu evoluir na alimentação.

    Eu não sou a mais apaixonada por animais, mas acho crueldade a forma como eles são criados para se tornar somente comida para outros animais. Isso porque somos racionais, não?

    Estou aos poucos substituindo a carne animal na minha alimentação. Acredito que um dia eu consiga me tornar de vez uma ovolactovegetariana. Parabéns pela iniciativa! ;)

  11. o problema da carne são os hormonios que sao injetados, o excesso de gordura a carne por sí só, é necessária pro organismo eu acredito.

  12. Eu também admiro os vegetarianos. Mas não me considero hipócrita. Acho que comer carne é escolha de cada um.
    Assim como eu não entendo pessoas que comem tomate, rs.

    Mas é uma boa idéia esse lance do vegetarianismo, parabéns.

  13. olha, por vários motivos, do físico ao espiritual, já pensei diversas vezes sobre o assunto. não sou louca por carnes vermelhas, nem carnes, consumo até pouco pros padrões brasileiros fanáticos. difícil é conseguir.
    mas acho válida a iniciativa e aplaudo.
    adorei o blog.
    bjs

  14. Obrigado por citar meu site, amigo. Lembre-se: quase 100% dos vegetarianos foram pessoas que gostavam muito de comer animais, até se tocarem que “carne” é o material que está no nosso peito, pernas, braço… Animais são seres que sentem como nós, medo, dor, gritam, ficam felizes ou aterrorizados. Conheça a galeria de comida vegana! http://www.vista-se.com.br/comida

    abraço.

  15. Fábio, essas são palavras do texto que vc escreveu:
    “Como eu falei no início, eu não sou vegetariano. Eu como carne. Eu sou hipócrita, burro e não tenho um pingo de força de vontade. Mas esse texto não é só para mim, é para você.

    E você, vai ser um idiota como eu, ou vai fazer alguma coisa para mudar isso?”

    Como vc vê, a palavra idiota consta no trecho. Discordar da opinião de alguém é salutar e nem idiota, nem hipócrita, isso se chama cadeia alimentar. Vc pode defender a causa vegetariana, mas isso não pode ser levado ao tom de agressividade e ofensa a quem não o faz.

    Desculpe-me com sinceridade, mas me senti ultrajada.

    Abraço e obrigada pelo retorno ao comentário.

  16. De um ponto de vista dramático, realmente comer carne
    é uma maldade.
    Não se por ter que matá-los, mas pelo modo que eles são criados. Isso inclui animais domésticos. Pessoas se divertindo olhando passarinhos enjaulados.
    Mas vamos tentar pensar numa solução.
    Se tratarem os animais bem, isso implica num aumento no custo do mesmo, e consequentemente, numa redução no consumo de carne. E então comeríamos carne em menor quantidade e seríamos apenas acusados de comer o animal, não de aprisioná-lo e torturá-lo (as castrações, as marcações à ferro, etc) e além de todo o estado psicológico pelo qual ele vive. Fazer como os hominídeos, os animais vivem, vivem bem, soltos, um dia morrerão, velhos ou um pouco antes disso!

  17. Parabens pelo artigo está muito bem formulado :) .
    Eu tenho 15 anos fui criada de uma forma que tudo que é comida é bem vindo, mais hoje vejo que não é bem assim, que não precisamos de carne pra viver.
    A natureza nos proporciona tudo o que precisamos e em troca disso a pessoas que acabam com ela de forma quase absurda.
    Não vejo diferença entre os animais, pra mim a vaca ou o boi são tanto animais como cachorros de estimação e porque não comemos bichos de estimação ? .
    Cruel esse pensamento não mais pense também que burro é quem não ve o tanto que fazemos mal aos animais com isso.
    Sou vegetariana e acho que as pessoas deveriaram pensam não so em humanos e sim também nos animais :D .
    Obrigada
    beijos.

  18. eu sou bruna e tenho 9 anos e eu só como carne de hanburguer mais eu não queria comer mais é uma tentasão mais eu não como a auguns dias mais eu vou parar eu amo vegetais um beijo para todos os vegetarianos!!!!

  19. só uma observação sobre o que o Thiago Floriano falou (“todo animal vê outros animais abaixo dele na cadeia alimentar como comida”)… Tu realmente, como ser HUMANO, ”RACIONAL”, se considera mais um desses animais?

    namastê.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s