Publicado em Contos

Quilômetroscentímetros

A falta me corrói.
Sem pele, pinta, suor.
Acabou-se o sexo, acabou-se a estrada que percorro nos quilômetroscentímetros que separam coxas: Felicidade.

Viro pássaro, viro ave. Voo aí te ver.
Pulo buraco, furo parede. Voo longe. Voo aí te ver.

Anúncios

Autor:

Fábio Ricardo é jornalista blumenauense apaixonado pelo mundo digital, por inovação e por histórias pra contar. Acha que a vida é melhor cercada de gatos, em cima de uma Harley, com uma caneta na mão e uma cerveja em cima da mesa.

3 comentários em “Quilômetroscentímetros

  1. momento de extrema criatividade. eu nunca sei exatamente o que dá vontade de fazer. dá vontade de fazer o iverbalizável. E assim, livremente, soltar umas palavras sem nexo. Representaste bem.

  2. Okei, isso vai soar uma loucura ou mentira, mas você não acha que essa falta, esse vazio deve ser brincadeirinha do universo com o nosso signo? Falo sério, posso parecer uma doida viciada em astrologia de jornal e revista Astros, mas você já é o terceiro libriano que reclama comigo de falta, de vazio. E eu também sou libra, então me inclua nessa lista.

    Tem certeza que não é brincadeira dos deuses ali em cima?

    Tenso.

    ;*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s