Publicado em Contos, Literatura

A bunda

Bum-baba. Bum-baba. Bum-baba. Era esse o som que fazia, ao menos em minha cabeça, aquela bunda ali na minha frente. Era uma bunda grande, exagerada, garbosa na calça legging preta que brilhava à luz do sol. Não era uma mulher. Era apenas uma bunda. Uma saborosa e exagerada bunda.

Não que eu não dê valor às mulheres, claro que dou. Mas naquele caso, não havia mulher. Ou não havia, ou eu que não a via. Era apenas a bunda, em todo seu esplendor, passeando na calçada. Eu diminuí o passo, evitando a ultrapassagem natural, e passei a seguir aquelas nádegas. Bum-baba. Bum-baba.

Eu não olhava mais para os lados, não olhava para a frente, não olhava para o chão. Via apenas a bunda, a bunda era tudo que existia. Era uma bunda livre. Não ficava encolhida e esmagada dentro de uma calça jeans, não tinha vergonha de se mostrar. Ela sacolejava livre, exibida, de uma lado para o outro, entoando seu mantra: bum-baba, bum-baba.

Era uma bunda grande, com as beiradas levemente caídas, mas ainda em forma. Era uma bunda gostosa, dona de vida própria, dona de uma volúpia admitida, que engolia a calcinha minúscula entre as nádegas e se mostrava por inteira a quem quisesse ver. Não estava coberta pela camiseta, muito menos por um casaco amarrado na cintura, se mostrava e sorria aos homens que a desejavam. Se mostrava para se sentir desejada.

A bunda parou à minha frente, sumindo através do portão de um escritório qualquer de contabilidade. Acordei como que de um sono eterno, perdido, olhando para os lados apenas para descobrir que não sabia onde estava. Para onde havia caminhado?

Não sabia para onde ir, não sabia o que fazer, havia sido enfeitiçado pelo som invisível da bunda. Bum-baba. Bum-baba. Caminhei até o boteco do outro lado da rua e pedi uma cerveja. Virado para a rua, copo em punho, olhei para o relógio. Mais quatro horas e aquela bunda voltaria a surgir.

Anúncios

Autor:

Fábio Ricardo é jornalista blumenauense apaixonado pelo mundo digital, por inovação e por histórias pra contar. Acha que a vida é melhor cercada de gatos, em cima de uma Harley, com uma caneta na mão e uma cerveja em cima da mesa.

3 comentários em “A bunda

  1. interesssante muitos, muitos homens já me falaram do feitiço da calça legging, que ela tem um poder especial,deixa o corpo definido, hum.. dica ai pras meninas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s